"Nenhum médico cura a cegueira da mente"

>> segunda-feira, julho 14, 2008


DIA 12 DE SETEMBRO, é data prevista para estréia mundial de Ensaio sobre a Cegueira de Fernando Meireles. Bem que eu tentei, mas ainda não tem ingressos à venda! ;-)

Aproveitem e conheçam o blog do Meireles sobre Blindness:

Diário de Blindness

O blog está desatualizado desde o dia 6 de março, o que não tira o mérito de contextualização sobre o making of do filme. Afinal, ele tem que fazer o filme cacete! Depois de pronto ele volta a escrever!
Enquanto isso leiam, preferencialmente o livro, já que o filme será tão violento quanto (foi cotado pela critica americana como "R-Restricted", recomendado para maiores de 17 anos)
Desde o final das gravações em outubro, o filme passou por diversos cortes em busca de aceitação popular. De exibições fechadas para amigos, produtores e distribuidores até os discutidos 'test screenings' (sessões para grupos testes com intuito de medir a reação audiência, como fazem alguns programas de TV como as telenovelas), a produção foi revista e alterada pela menos seis vezes. O drama vc acompanha no blog.

Alguns dos problemas de recepção detectados por Meirelles no público presente nas exibições foram a dificuldade de se relacionar com os personagens sem nome e história (seguindo o modelo literário de Saramago) e a intolerância à intensa violência do filme.

"Havia 540 pessoas na sala e gente para o lado de fora. Até o meio do filme senti que a platéia estava comigo, então veio a primeira cena de estupro, quando umas 16 mulheres foram levantando e saindo. 'Será que passamos do ponto?', me perguntei. Veio então a segunda cena de estupro e mais 42 (!) mulheres deixaram o cinema. 'Sim, passamos do ponto!', respondi para mim mesmo".

Além disso, ele contará com uma sonoridade inédita: pelas perspectivas de um cego. Quantos sons seremos capazes de definir? Hoje o filme já foi editado pela décima vez.

Blindness Movie

UPDATE

Esqueci de colocar o resultado, comentários, criticas sobre a estréia do filme em Cannes. Vc lê os comentários aqui:

Ensaio sobre a Cegueira divide critica internacional

Filme polêmico é assim mesmo. Multiplica opiniões, cria divergências, discórdias, entusiasmos, paixões, elogios ferrenhos e criticas severas. Afinal, cada um tem o seu ponto de vista! (Trocadalhos do carilho são inevitáveis) Só discordo quem aborda isso comparando com o livro. São linguagens EXTREMAMENTE DIFERENTES. O Livro vc pode levar meses para lê-lo, o cinema são duas horas! Além disso, o cinema já contradiz ironicamente aquilo que um livro que relata sobre uma cegueira nos motra: alguém já entrou num cinema só para OUVIR um filme?

E esse o resultado do talento e competencia de um cineasta como o Meirelles:

Saramago emocionado com Blindness

Oscar? Cannes? Urso de Berlim? Sucesso de Bilheteria e Público? Para que?

Agora sim Fernando Meirelles vai dormir bem...sem se preocupar em ver mais nada! ;-)

7 comentários:

Anônimo 9:02 AM  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Colombina 9:33 AM  

Pow...tenho um monte de coisas pra comentar.
Capaz que, de tanta coisa, eu acabei não dizendo nada.
Mas vamos por partes...
Seguirei uma regra que surgiu nos comentários do meu blog e acabou virando moda por lá. Chamamos carinhasamente de:

ABNT.

1- Difícil retribuir ao seu comentário e agradecer pela visita se vc tem UM MILHÃO de blogs. Eu não sabia onde comentar. Capturei este pelo blog da Lily. E dei sorte...gostei muito.
2- Sobre o seu comentário no meu post...agradeço os elogios. Não imaginei que aquele perfeito exemplo da falta de inspiração fosse agradar alguém. Fiquei feliz. Mas aqueles espaços não foram uma sacada genial de composição de texto. É meu blog que é doido mesmo, e nunca posta o texto do jeitinho que eu escrevi.
3- Segundo minha colega, o primeiro ano de um casal eh composto por 3 crises. A dos 3, 6 e 9 meses. Você viu a "cara" das batatinhas? Sem mais delongas, representam duas criaturas broxantes e ociosas que sabem que aquilo eh a penas uma fase ruim, por isso continuam juntinhas, sabendo que logo logo vai passar. (aaai que fofo!). Agora cá pra nós....eu adoraria ser frita com cebola e bacon...e uma linguicinha pra ficar mais divertido! (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)
4- Colesterol alto eu não sei, mas meu namorado eh hipertenso. Tem alguma ligação? :D
5- Pegarei o "Ensaio sobre a cegueira" hoje mesmo para ler. Não garanto terminar...mas pelo menos, começar já é alguma coisa.
6- Quase tive um orgasmo quando vc disse discordar quando alguém compara um filme a um livro. MEU DEUS, FINALMENTE ALGUÉM QUE PENSE COMO EU. Oh droga! Só falto morrer quando vejo alguém dizendo: "Tal" filme eh uma bosta! O livro é bem melhor!. ¬¬ . como vc disse, são linguagens EXTREMAMENTE diferentes, ô imbecil!!! (o "imbecil" fica por minha conta). Fantástico seu comentário...ganhou uma admiradora. hauhauahuhaua.

Ai...consegui falar tudo?
Acho que sim!
UFA!

Abração.

Srtª Amora 11:06 AM  

bem...terei minha outra visão vendo o filme.

obrigada pela visita... agora, filho te achar foi complicado. 42 milhões de blogs.

volte sempre, fique à vontade.

bjok@

lyS 5:25 PM  

Nao vejo a hora desse filme ser estreado logo. Valeu pela dica do site. Li o livro e nao consigo imaginar como e o filme, tipo uma sindrome de cegueira mesmo. Tb nao comparo livro com filme sao duas manisfestacoes artisticas totalemnte diferentes. Eu muito lesada que sou ja andei procurando nas salas de cienam daqui e e claro nao encontrei, o filme nem foi lancado. So quem foi a Cannes teve o previlegio!!!

--> que historia e essa de se mudar pro nordeste, me conta isso.

Beijo

urban 10:36 PM  

nossa, ler este post me fez ficar com uma louca vontade de assistir o filme.
deve ser forte, mas tb deve valer à pena.
sem contar que ninguém sai o mesmo depois de uma experiência destas.

gostei muito
;)

Andréa Motta 12:54 AM  

Quero ver esse filme também.Excelente sugestão! Um abraço!

Fernanda Pereira 2:03 PM  

Só uma coisa meu amor, existem sim muitas pessoas que entram nas salas de cinema apenas para ouvir o filme. e a emoção que elas sentem é algo que transcende o que nós exergadores, poderemos um dia entender!

AMV