Compulsão Esquizofrênica por Palavras

>> quarta-feira, dezembro 10, 2008


Palavras que me comovem
Palavras que me tiram do sério
Palavras que já tiraram meu sono
Palavras que sacodem com tudo que tem aqui dentro
Palavras que me emocionam
Palavra que reavivam emoções que há muito, tinha deixado para trás
Palavras que fazem o coração descompassarem
Palavras que além que me tirar o fôlego, me fazem suspirar
Palavras que me desconcertam
Palavras que me apaixonam
Palavras que me fazem acreditar a cada dia que amo mesmo
Palavras que me vêem a mente através de sonhos
Palavras que ecoaram nos meus tímpanos através de musicas
Palavras que tentam a todo custo minimizar o tempo e o espaço
Palavras que faz o tempo parar
Palavras que transpiram pelos meus poros
Palavras que me fazem tirar a roupa
Palavras que me excitam
Palavras que me fazem gozar
Palavras que inebria meus sentidos
Palavras que me entorpece
Palavras que brinca com meu olfato a cada página
Palavras que evocam lembranças que ainda terei
Palavras que não saem da memória, menos ainda do coração
Palavras esquizofrênicas e compulsivas
Palavras que não são ditas
Palavras que precisam ser ditas
Palavras que dissemos para serem pescadas
Palavras que tem duplo sentido
Palavras subliminares
Palavras subjetivas
Palavras subentendidas
Palavras que me calaram quando eu deveria dizer
Palavras que arranham a garganta
Palavras que machucam quando deveria curar
Palavras ditas mas não esclarecidas
Palavras que precisam ser iluminadas
Palavras que transformam duvidas em certezas
Palavras que saem pela boca, o que não transcorre pelas mãos
Palavras que deveriam transcorrer pelas mãos
Palavras que minimizam ausências
Palavras que a história escreve
Palavras que me fazem correr até vc
Palavras que o mundo inteiro sabe


Palavras que só me trazem certeza, de já estarmos no inicio do que vamos ser
Palavras que somente nós dois sabemos
Palavras que me dão um desejo doido de gritar
Palavras que priorizam aquilo que sempre quis na vida
Palavras que priorizam aquela que sempre quis na vida
Palavras que não conseguirão descrever. Uma coisa é falar a outra é agir.
Palavras que me fazem pensar num futuro de uma maneira única, porque no futuro, todos nós pensamos.
Palavras que me fazem dizer com outras palavras, como estas.
Palavras que me fazem ser curto, grosso, seco e direto. Só que objetividade não é só assim.
Palavras que me trazem uma liberdade quase onírica
Palavras que já me fazem despertar para construir esse futuro todas as 7:15 das manhãs.
Palavras que são segredos de liquidificador
Palavras que são mais significativas no ouvido de quem amo, do que na mentalidade das multidões
Palavras que me lembram para cagar e andar severamente para a opinião publica
Palavras que me condenam só por me preocupar com isso
Palavras que me ajudam a esquecer isso, por ser pequeno demais.
Palavras que alinham minha mente já que o que penso, e faço, para o futuro, é grande demais para pensar dessa forma.
Palavras que ajustam as sintonias das antenas
Palavras que afinam as linhas telefônicas
Palavras que contabilizam os bits e bytes de uma rede de idéias
Palavras que não tem fronteiras, como nós e nossos pensamentos
Palavras que são trafegadas nessa rede por ser a ferramenta que me trouxe até vc
Palavras que me fazem perder o medo, a vergonha, a razão, o freio
Palavras que me trazem saudades
Palavras que podem sacudir nossas estribeiras, mas damos a volta por cima
Palavras que não me fazem achar as palavras, porque tenho que achar o chão primeiro.
Palavras que se transformam numa morena linda com um cachorro que parece um paio
Palavras em que ela é mais do que um reflexo
Palavras estas, que parecem ser mais fáceis de dizer do que parecem.
Palavras que para mim são facílimas de serem ditas todas elas pela boca
Palavras que me custaram meia noite de sono e meia noite de sonhos, o tempo necessário para chegar até os dedos, que gradativamente eu aprendo a destilar pelas mãos. E continuarei aprendendo...

Porque hoje, tudo o que temos um para o outro são palavras.
Amanhã, teremos e seremos tudo que quisermos ser.

18 comentários:

Andréa Motta 8:05 AM  

Isso ficou muito bonito! Boa quarta!

*Renata 8:45 AM  

Tirou o "vomite"? hehe!

Também adorei esse jogo de palavras.
Veio a inspiração finalmente?!

Fiquei curiosa pra saber de onde.

Beijão!

Fabi Rezek 11:42 AM  

Interessante!
Começei a lê-lo ontem, e o post de hj definiu minhas conclusões...
Muito bom com as palavras.

Danny 3:56 PM  

Qta inspiração! Vc é ótimo com as palavras...
Bjos!

Fabi Rezek 4:39 PM  

Oi de novo,
A varanda da foto é minha preferida...renasci nela algumas vezes.
Vou continuar visitando o seu "cafofo", já que me senti muito à vontade viajando em suas palavras...que me comovem, que me tiram do sério, que já tiraram meu sono, que me emocionam...
Nos leremos muito ainda!
Beijos grandes.

PS.: O nome do filme é "Um sonho de Liberdade"

Fernanda Pereira 9:19 PM  
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda Pereira 9:23 PM  

Vamos ver se eu entendi...

Uma morena linda te deixou meio embasbacado depois que cruzou a sua rua virtual. E essa mulher está tirando os seus pés do chão. E mais, são as palavras DESSA MULHER que te deixam enlevado, enraivecido, enlouquecido, esquizofrênico e compulsivamente apaixonado pelas loucuras da personalidade forte e indecifrável dela?

Essa mulher diz no seu ouvido baixinho que ama vc e que te escolheu pra enlouquecer a vida e os sonhos dela? Essa humana que tem um cachorro que parece um paio te faz sentir calor no Alaska e te provoca calafrios quando canta: "Menino do Rio..."???

Essa mesma mulher, brada por aí as borboletas que passeiam no estômago dela quando pensa nos seus cabelos de cachinhos, na sua barba por fazer, no seu sorriso de boca toda, no seu sotaque arraxtado de carioca mermo??? Ela pede pra vc repetir dezenas de vezes as mesmas palavras e se delicia com as nunces dos teus xiadox?

E ela também te provoca até você escrever, dizer, pensar e mostrar coisas que mostrem pra ela e pra quem estiver dando bobeira em volt que seus sentidos foram despertados por elae para ela? Essa mesma mulher sente os desejos espocarem ao ouvir vc dizer do outro lado da linha:Pronto! no começo de um interurbano quase milionário mas pago com prazer?!

Então o nome dela é Inspiração? ou seria...Fernanda...

Não...muita pretensão, né?

Igor, eu amo você!


Pronto falei e agora?
Como a gente faz?!
As pessoas vão saber...=/
Vai ser um problema?!
A menina pra quem vc escreveu tooodo esse texto será que vai ficar muito brava por eu comentar isso????!!!!
E agora, Igor?!

PS: e vc já sabe o que as suas palavras fazem comigo...

*Renata 9:38 PM  

Ai, ai!

(suspiro)

É tão lindo quando os compulsivos e os esquizofrênicos se encontram!

E eu torcendo aqui, nesse mundo virtual maluco.

Beijo querido :)

Ninguém envolvente 12:47 PM  

"Palavras que me calaram quando eu deveria dizer..."
É com essa sua frase que te digo o que senti ao ler suas palavras!
Você escreve muito bem, tem boas idéias e muito criativas! Ahh não posso deixar de te dar parabéns pelos seus 51.300,56 cigarros não fumados rs!!! Nunca fumei.. mas acompanho o vício de minha velha mãe que fuma tem uns sei-lá.. 25.. 30 anos.. e não consegue parar nem sob tortura...!
Abrç

Amor Sem Limite 3:10 PM  

Amei seu texto.
Parabéns!!!

α мσςα đα נαทєℓα 9:15 PM  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fernanda Pereira 10:48 PM  

Amor, mais um que conhece a gente:

"O amor assusta mais do que todos os fantasmas que habitam o coração humano (...)

O amor não sobrevive aos ritmos da nossa modernidade.

O amor exige tempo e conhecimento.
Exige, no fundo, o tempo e o conhecimento que a vida moderna de hoje não permite mais (...)

A nossa frustração em encontrar o "amor verdadeiro" é apenas um clichê que esconde o essencial:o amor não é um produto que se compra para combinar com os móveis da sala.

É uma arte que se cultiva.
Profundamente
Demoradamente"

E eu não tenho pressa, nenhuma pressa...

=***

Jefferson Baicere 10:03 AM  

ai ai ai ui ui

suspiros²

adoro pessoas apaixonadas!

Bleed Angel 11:49 AM  

Oi, vc no site www.naoseenvolva.blogspot.com zuou o meu comentário ANÔNIMO GÓTICO, como você mesmo definiu. Pensei que o seu blog seria uma porcaria por você agir daquele jeito. Infelizmente seu blog não eh uma porcaria e eu não posso te zuar. Mas saiba que eu me decepcionei por saber que a sua mente é ignorante. Obrigada

Igor Garcia 2:09 PM  

Olá Bleed Angel!

Seu péssimo julgamento e seu péssimo humor tem tudo a ver com um gótico! Não precisa agradecer!

Agora achar que "somente uma alma gótica entende de medo. Nós vemos as criaturas próoprias resurgirem da escuridão, e somos encarregados de leva-los de volta para prteger vcs aki" é um comentário tão inteligente quanto vc confundir Marilyn Manson, o cantor punk-gótico que vc deveria conhecer, com Marilyn Monroe, a loira que seduziu o presidente americano na década de 50!

Melhor ler menos livros da Anne Rice. Achar que um gótico é um mensageiro das trevas É ignorancia! XD

Bjs n'alma!

Rosa 3:52 PM  

Adorei o post! A fotografia, remete aos filmes do Tim Burton.
Fiquei impressionada, com o pique do texto e curiosa para saber, qual foi a inspiração.

Beijos!

Fernanda Pereira 9:50 PM  

Foi eu, ou melhor sou eu...rs

\o~

ahahahahahaha

Pedro Berocan 10:22 AM  

olha só...
veja bem...
Não sei se estou sem palavras, ou tentando dizer que o amor é cego...kkkkkkkk
Tem uma menina jurando que é ela, o que me leva a crer é o cahorro em forma de paio que ela teem...kkkk

Abração