Horizonte

>> terça-feira, janeiro 27, 2009

Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim.

Charles Chaplin



Chaplin resume que tudo na vida é uma questão de escolhas. Mais do que as opções que a vida te dá, e sim a opção que vc quer VER a vida.
Esta manhã, resolvi mudar a maneira que começarei o dia, colocando minha criatividade em destaque. Ontem eu deixei me levar por pensamentos tão negativos que me destriuiu meu bom humor, sem a menor necessidade. Algumas duvidas arderam, e isso afetou até meu sono. Quando queremos, podemos nos fazer muito mal. Dizem que doenças psicossomáticas são as piores que existem. Hoje eu mudei minha perspectiva e quero mantê-la sempre nessa direção.
Para minha felicidade e o trabalho que venho fazendo comigo mesmo, estou construindo pontes.
Não existe dor que não possa ser medicada e não será isso que me parará. Tem situações sim que a dor de uma saudade, de uma ausencia, de um corpo amado, de um abraço pela manhã, de um perfume enebriante, e de um amor que é tudo isso junto elevado a enésima potencia, que não tem Monopólio Farmaceutico patrocinado pela Nasa que curará esse tipo de dor. O que eu farei é convertê-la num impulso, numa sinapse, num momentum, onde a cada dia, a cada minuto, engrandecerei essa força de dentro para fora, para construir tudo que for necessário. Afinal, a decisão é e sempre foi minha.

--------

O blog é só um fragmento. Repintei as partes feias, mudei a cor e o pincel, tirei o supérfluo, adicionei o que é prático e realmente útil. Ainda tem algumas telhas para serem trocadas e algumas tomadas a serem instaladas. Mas o que é essencial do blog está aqui. Esquizofrenia 5.0.

Imagem: Ilayda in Deviantart

12 comentários:

dannycsv 10:39 AM  

Ficou ótimo o lay.
Bjos!

Fernanda Pereira 12:14 PM  

Linda casa nova, (layout bonito, né? HUmpf)Um dos dois tinha que ter talento...rs

"Posso reclamar por ter um amor distante, ou posso agradecer a Deus por ter me permitido encontrar o amor!"

Beijos

Fernanda Pereira 12:15 PM  

Ah, esqueci de dizer, só o jeito de postar comentario que detestei. Achei poucoprático. Pensa comigo: quando a pessoa cilca para adicionar um comentário e a página não mostra mais todas as postagens anteriores, vc fecha uma porta para que um novo leitor leia seus escritos mais antigos...

Só uma opinião...

AMV

Andréa Motta 2:25 PM  

Acho ( não tenho certeza!!!) que gostei!

Fabi 8:47 PM  

Igor,
Não sabes como é oportuno esse seu texto em minha vida... hj foi um dia daqueles... e cá estava eu eliminando minhas energias em coisas que não me levarão a lugar algum.

Amei o novo visual do blog.
Tá fantástico, muito criativo!

Boa sorte e tudo de bom!

Beijos e boa semana

PS: Tem um MEME pra vc lá no blog, fica à vontade para participar ou não.

Fabi 8:47 PM  

Igor,
Não sabes como é oportuno esse seu texto em minha vida... hj foi um dia daqueles... e cá estava eu eliminando minhas energias em coisas que não me levarão a lugar algum.

Amei o novo visual do blog.
Tá fantástico, muito criativo!

Boa sorte e tudo de bom!

Beijos e boa semana

PS: Tem um MEME pra vc lá no blog, fica à vontade para participar ou não.

R. Paschoal 9:21 AM  

Pois é... muita gente passa a vida reclamando de tudo, e se esquece de tentar observar as coisas por uma perspectiva mais otimista. Bom mesmo é permitir-se mudar, sempre. Para melhor, para o que for.

Grande abraço!

Colombina 10:03 AM  

CARACA Igor!!!

O visual ficou LOUCO!!!!
Sem dúvidas o melhor que já vi até agora!
Vc anda meio sumido rapaz! Tah ocupadão eh? Dê sinal...

beijobabyiloveyouaway

*Renata 9:18 PM  

Igor,

Pode parecer brincadeira, mas quando li esse seu post parecia direcionado a mim. Ando um pouco desanimada com o andamento da vida, mas quando li suas palavras me lembrei o quanto me queixo exageradamente e que realmente depende de nos a maneira de enxergar tudo.

Obrigada :)

Espero mesmo que vcs vao ate a Patagonia. Nao vao se arrepender. E se forem mesmo ao Aconcagua, me convidem! beijoca!

Fernanda Pereira 1:47 PM  

Opa...Aconcágua...acho que ainda não fui informada dessa parte!!!!!!!!!!!!!


ahahahahaa

Erika Cepeda 4:24 PM  

Ig,

Ótimo !

Sem palavras para elogiar e....Uma mensagem tipo "subliminar" que está aí !!!!
Show!

drika 12:05 AM  

adorei o texto.
é bom pensar assim, mas às vezes, positivismo demais acaba cegando.
enfim...
beijo enorme.