Livrai-nos da gordura, Amém!

>> segunda-feira, janeiro 15, 2007


A natureza humana com relação a criatividade em todos os aspectos é sem limites. No aspecto religioso, ou melhor no Gospel Marketing, vai além disso! Se tratando de dietas então, é infinita! Diante duma matéria publicada na revista Veja, e "exibida" num consultório de um endocrinologista, no mínimo para atingir todas as classes e religiões, fui pesquisar um pouco mais sobre uma série de novas dietas americanas e encontrei várias delas baseada numa unica pergunta: "O que Jesus comia?"

Dieta de Jesus e seus Discípulos

O livro do Dr. Don Colbert fala sobre as chamadas Dietas de Jesus, que começam a fazer a cabeça de muitos americanos. Segundo a maioria dessas teorias - elas se dividem em diversas vertentes - se Jesus é o exemplo máximo de perfeição humana a ser seguido pelos cristãos, comer o que ele consumia lá nos primeiros anos dessa Era significa escapar do pecado da gula - e, portanto, da gordura. Como os EUA possue a maior população obesa mundial, nada melhor do que juntar a fome com a vontade de comer...como um bom cristão! Como a gula é um dos 7 pecados capitais, a gordura está sendo associada por alguns pastores evangélicos a nada mais nada menos do que coisa do chifrudo!

O problema é como realmente descobrir o que Jesus comia? Pela Bíblia não dá! Apenas vestígios e alguns fatos históricos não é o suficiente para ter plena certeza do que ele comia! Aliás, ninguém percebeu que a alimentação de Jesus era de seu aspecto cultural e não de Filho de Deus? É terrível as pessoas misturarem o lado humano com o lado divino sem levar em consideração a personalidade do filho do homem e onde ele nasceu! Alguém imagina um americano típico comendo Peixes e Cereais? Enfim...

Pelas informações históricas e culturais a Palestina a partir do ano 3 D.c., em resumo, a dieta de Jesus hoje poderia ser composta por: peixe quase cru com molho de frutas ou, para o cristão vegetariano, apenas alguns grãos acrescidos de tempero, azeite e pães em multiplicação. Será que apenas isso seria suficiente para a saúde do homem de hoje? E essa dieta pode mesmo ajudar no emagrecimento? Abaixo algumas das "Dietas inspiradas no que Jesus comia" e a opinião do endocrinologista e metabologista mineiro Hamilton Junqueira:

Dieta da Aleluia: diz que 85% da alimentação deve ser composta por hortaliças cruas e os outros 15% por vegetais cozidos e frutas.
Opinião do endocrinologista: "além dessa dieta ter pouco a ver com a época de Jesus, quando se comia por oportunidade, ela não faz bem para a saúde. A dieta certa tem que ter de 50 a 60% de carboidratos, de 15 a 20% de proteínas, de 10 a 13% de gordura e o restante em fibras. Só uma dieta balanceada vai ter tudo que uma pessoa precisa para ser saudável".
Para deixá-la mais atual: "tem que acrescentar os aminoácidos encontrados nos animais. O importante para emagrecer é comer de tudo e não tudo".

Dieta de Jesus/ Criador: permite apenas o consumo de alimentos feitos com ingredientes da época de Jesus.
Opinião do endocrinologista: "As pessoas têm que entender que não existe dieta milagrosa. Nem sendo de Jesus. Qualquer dieta baseada apenas em legumes, peixe e vinho, emagrece, mas o excesso de qualquer um desses ingredientes, engorda. As pessoas esquecem que para manter a boa forma é necessário ter bons hábitos a longo prazo."
Para deixá-la mais atual: "A refeição tem que ser balanceada, com todos os ingredientes básicos, que são carboidratos - presentes nas frutas, leguminosas, massas e farinhas -, proteínas - em derivados de animais, como leite, queijo, ovos, além de vegetais e soja -, gorduras, fibras alimentares e vitaminas e sais minerais".

Dieta da Contenção: pode-se comer de tudo, desde que com moderação.
Opinião do endocrinologista: "Essa eu assino embaixo. Pode chamar de Dieta do dr. Hamilton também!".

Em suma, só mesmo Jesus para fazer os americanos comerem menos merda! Se isso funcionará no Brasil só o tempo dirá. Mais do que comer corretamente, incluindo Jesus no cardápio ou não, isso aqui tem a probabilidade de se transformar em uma explosão de sucesso nas igrejas evangélicas, o que poderá acarretar novos produtos como a venda do Sal do Mar Morto onde Jesus salgou o pão da Santa Ceia, até o Cálice Sagrado que contém propriedades benéficas e abençoadas. Inclusive uma sessão de desemcapetamento total para os obesos: um "SPA Cristão".

Pelo menos eu sei como uma diarista duma amigo meu consegue subir uma ladeira de 90º sem pingar uma gota de suor!


Link da Matéria: Para comer rezando

1 comentários:

:: Fräulein :: 4:24 PM  

Que doido, isso vai dar maior grana!! Tomara que os estadunidenses emagreçam, hahaha! Ô povo feio!

Acho que Jesus comia lentinha também, hehehe. A bíblia fala que Caim e Abel comiam.

Muito bom esse post!
Bj,