Defeito Colateral

>> terça-feira, março 17, 2009

Muitos já escreveram sobre a comida globalizada e o efeito nocivo que todos esses tipos de gororobas industrializadas causam no nosso organismo. Quando comidas orgânicas custam até 5 vezes mais caro do que as que estamos acostumados a comprar acaba se transformando numa noticia cada vez mais preocupante. Passeando por supermercados vc encontra milhões desses produtos, com ingredientes que fogem do conhecimento do consumidor, além dos Nutricionistas. Alguém sabe de cabeça o que é Maltodextrina? Parece nome de anabolizante de cavalo.

Muitas dessas empresas fabricantes de alimentos não estão e nunca estarão preocupadas com a quantidade de "saude" que seu alimento carrega, pois essa é a forma delas lucrarem bilhões com a comida que vendem. Os fabricantes de alimentos industrializados transforma um alimento industrializado em algo cada vez mais gostoso, mais instigante, mais apetitoso, mais tentador ao paladar, completamente indiferente com a quantidade de malefícios que ele carrega, como excesso de açucar, de sal, de cafína, de gordura e etc. O exemplo clássico: refrigerantes.

Os refrigerantes são gostosos, saborosos, doces, fazem cosquinha no nariz com o gás e desde criança eu tomo refrigerantes, isso faz parte da cultura alimentar, não conheço ninguém que não beba, pelo menos os de baixa caloria. Lembro que meu primo Ricardo com 2 anos de idade tomava Coca-cola na mamadeira!

Com o passar dos anos, já que criança só quer comer o que é gostoso e dofa-se a saúde, é que passei a olhar de uma maneira diferente a minha silhueta e a maneira como eu me alimentava. E nunca mais esqueço dos colegas de trabalho quando trabalhei na área de TI que se alimentavam basicamente de Bob's, Pizza e outros fast-foods que entreguem a domicilio, com Coca de 2 litros. Os que eram magros nasceram assim.

E deixando bem claro que essa é a minha opinião. Eu tomei a decisão de consumir cada vez menos refrigerantes. Quando eu fumava, eu bebia muito mais refrigerante, inclusive Cuba Libre, do que hoje, e quando parei de fumar eu mudei drasticamente minha alimentação. Não tem o porque eu ficar me entupindo de açucar e cafeína com esses refrigerantes sem NENHUM outro componente vitamínico ou alimentício que qualquer suco de qualquer fruta que esse país tem, pode me proporcionar. Hoje eu só tomo refrigerantes em reuniões sociais como aniversários ou almoços de familia, dá em média dois copos de 20 em 20 dias. Há anos eu nunca bebo refri expontaneamente, já me habituei a beber coisas mais gostosas, como água de coco. Não estou travando uma guerra contra as empresas alimentícias, muito menos ser velho reclamão resmungando a torto e a direito, só estou fazendo uma observação sobre os produtos que elas fabricam e que nós consumimos. Até porque não vou entrar no mérito do debate entre responsabilidade empresarial e responsabilidade pessoal, senão isso vira um livro.

A industria alimentícia é extremamente maleável, flexível e inteligentemente agressiva com o marketing de seus produtos no mercado que atua. E mercado podemos dimensionar de bairros a continentes. Como concorrente principal da maior fabricante de refrigerantes do mundo, a Pepsi, segue abaixo alguns exmplos de refrigerantes que não são comercializados no Brasil e que seus sabores vão do inusitado a bizarro:

Crystal Pepsi, produzida na década de 90, era a Pepsi com o sabor convencional sem os corantes.
Pepsi Gold, produzida para a Copa do Mundo de 2006. Não me pergunte qual o sabor;

Pepsi Blu Hawaii, refrigerante azulão, saido do laboratório do Dexter, com sabor divulgado de Limão e Abacaxi. Nos EUA, Canadá e Havaí;

Pepsi Red, sabor mais esquisito de todos: gengibre. Tb pro mercado norte americano, quem tiver coragem de prová-la;

Pepsi Retro, é praticamente um chá gelado de cola, levemente gaseificado, igual o Guará da Antartica e o SevenUp H2O da própria Pepsi aqui no Brasil. Produzido no México;

Pepsi Fire, com um sabor levemente amargo de...canela! Produzido no Guam, Saipan, Malásia, México e Tailândia;

Pepsi Cucumber, exclusividade japonesa, acreditem é um refrigerante de PEPINO;

Pepsi Tarik, saindo da linha tradicional que fez um certo sucesso na Europa, é uma bebida para o café da manhã, feita com Capuccino e Leite Condensado. Lembrou uma bebida que não vingou aqui, Brown Ice Coffe;
Jazz Diet Pepsi, lançado há dois anos em Portugal, com sabores de Creme de Caramelo, Cereja Negra e Baunilha Francesa. Será que tem gosto de bolo?

Pepsi Vanilla, a própria com sabor de baunilha. Deve ser doce para diabo;

Pepsi White, a vice-campeã de refrigerante bizarro, a Pepsi BRANCA! Com sabor declarado de YOGURT! Mais uma bizarrice japonesa com cara de Água Sanitária!

Fanta Chinotto, vindo direto da concorrente Coca-cola, considerado o PIOR refrigerante do mundo, e a mais bizarra criação, a Fanta PRETA, o Jedi dos refrigerantes. Chinotto é uma pequena fruta cítrica, amarga, muito encontrada na Itália. É o ingrediente que dá sabor à maioria dos licores digestivos italianos, e também ao popular Campari. Existem vários refrigerantes italianos com essa fruta, mas o da Coca-Cola conseguiu ser tão amargo que segundo a pessoa que experimentou a bebida tinha gosto de...bílis!

Pode ser um exagero comparar esses refrigerantes com o merdaco Brasileiro, mas isso foi nada mais nada menos do que adaptado para o mercado local.

Já tem tempo que circula na internet um texto que alega os efeitos que a Coca-Cola causa no seu organismo logo depois que voce ingere, a cada 10 minutos. O texto é uma tradução do original "O que vai acontecer com o seu corpo se você tomar uma Coca-Cola agora?" (traduzido do inglês " What happens if you drink a can of Coke right now ") Evidentemente, a Coca-Cola alega em seu site que esse texto é um BOATO ou MITO contradizendo cada item alegado.

No site do Sidney Rezende ele contradiz a afirmação da Coca-Cola baseado no conhecimento de Nutricionistas. Vc vê a matéria na integra AQUI

Vou reproduzir aqui um dos intens:

Após 10 minutos: 10 colheres de chá de açúcar entram no seu corpo, 100% do recomendado diariamente(...)

(...) O spam afirma erradamente que a quantidade de açúcar na Coca-Cola atende a 100% do recomendado diariamente. Na verdade, atende a 12% das necessidades diárias de carboidratos. A informação nutricional no rótulo dos produtos da Coca-Cola Brasil, em atendimento à legislação vigente, permite ao consumidor fazer esta avaliação. Para referência, o suco de laranja natural contém aproximadamente a mesma quantidade de açúcar (11% a 12%) que um refrigerante. Já um suco de uva contém mais açúcar (14% a 16%)

"Não se compara um suco de frutas a uma lata de Coca-Cola. A Coca não é fonte de vitaminas e minerais como as frutas. O caso da uva é ainda mais especial, porque ela tem um composto fenólico que exerce atividade anti-oxidante no organismo. A uva protege o corpo", afirma Maria de Lourdes Giada, doutora em Ciência dos Alimentos do Departamento de Nutrição Básica e Experimental do Instituto de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

"Não acredito que um copo de suco de laranja natural tenha a mesma quantidade de açúcar que uma lata de Coca-Cola. Onde eles acharam essa laranja que é tão doce? Se você adicionar algumas colheres de açúcar no seu suco, aí sim. E a porcentagem de açúcar nas frutas não é fixa, ela varia até entre frutas do mesmo pé. Mas digamos que você faça um suco com as laranjas mais doces do mundo. Você vai tomar dois litros desse suco em um dia, como é comum fazer com a Coca-Cola?", diz Orlando Moraes, doutor em Química, ex-chefe do Departamento de Análise de Alimentos do Instituto Nacional de Controle de Qualidade da Fundação Oswaldo Cruz. Dá aulas de Bromatologia no Instituto de Nutrição da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio).

Uma latinha de Coca de 350 Ml possui 33,6 mg de Cafeína, metade de uma xícara de café. Levando em conta a quantidade de refrigerante que é normalmente consumido, em 2 litros ou 2,5 litros de Coca-cola engloba de 190 a 237,5 mg de cafeína, dá uma garrafa e meia de café por pessoa. A cafeina causa a constrição dos vasos sangüíneos no cérebro, pois bloqueia a capacidade da adenosina (substância responsável pela redução da atividade cerebral, induzindo ao sono) de dilatá-los. É por isso que alguns medicamentos contra dor de cabeça, como a aspirina, contêm cafeína. Se você tiver uma dor de cabeça vascular, essa substância fechará os vasos sangüíneos e aliviará a dor. Agora, você aumentou a atividade dos neurônios. A glândula pituitária (hipófise) percebe a atividade e pensa que algum tipo de emergência está ocorrendo. Essa glândula, então, libera hormônios que dizem às glândulas supra-renais para produzir adrenalina.

Se a pessoa bebe Coca todos os dias, o efeito bombástico de açucar, ácido fosfórico, que afeta os ossos, calorias e cafeína, faz um bem delicioso no estomago, causando ou amplificando problemas dos ossos, falta de calcio, diabetes, obesidade, anemia, cárie, alergia a corantes e etc.

Imagina isso no organismo de uma criança? Nem quero imaginar meu primo que tomava Coca com 2 anos de idade...

"As bebidas cafeinadas (café, mate, chá preto, Coca-Cola), quando consumidas nas grandes refeições (almoço e jantar) reduzem a absorção de ferro de origem vegetal, encontrado nos vegetais verde-escuros e nos feijões, podendo acarretar ou agravar anemia ferropriva. Uma absorção menor do cálcio , provocada pelo ácido fosfórico, compromete o crescimento e manutenção dos ossos"", dia Maria Lúcia Teixeira Polônio, nutricionista e professora da disciplina "Nutrição materno-infantil" da Unirio.

Os refrigerantes são fabricados para serem popularmente consumidos, independente do que eles podem causar no seu organismo. Não duvido que futuramente os refrigerantes terão adição de várias vitaminas e minerais, mas se vc pode conseguir tudo isso bebendo algo muito mais natural do que uma bebida construida artificalmente em laboratório, para que esperar?

Eu fiz a minha escolha. Faça a sua. Se quiser.

Fontes
-------

Site do Sidney Rezende

Informações sobre os efeitos do alto consumo da Cafeína no HowStuffWorks

10 comentários:

Fernanda Pereira 9:54 AM  

Meu, como vc é CHATO!!!

ahahahahaha

Vanessa 10:19 AM  

Olha , pior que acho que vc tem razão. E minha irmã tb tomava coca cola na mamadeira. Meu filho até hoje , com um ano e meio não sabe que é refeigerante enquanto que eu já diminuí bastante mas ainda não consegui largar. Aimeudeus

abraço

*Renata 1:05 PM  

Já faz tempo que não tomo mais refrigerantes! E quando resolvo tomar um golinho num churrasco sinto a garganta queimar.

Aderi ao chá verde :)

Colombina 8:58 AM  

A Pepsi retrô é LINDA!!!!

*.*

Eu quero!!!

(comentário cretino!)

Andréa Motta 11:07 AM  

Eu não preciso dizer que seu texto ficou maravihoso (sou fã da sua escrita!). Há , no entanto, a meu ver, duas mensagens no seu artigo e preciso dar palpite (Olha a profissional se manifestando com olhar da Semiótica). A primeira diz respeito aos malefícios provocados pelos refrigerantes _ e essa crítica corresponde a 90% do seu texto; a outra mensagem diz respeito às doze imagens de Pepsi que você usou - virou mensagem subliminar. E como imagem chega ao receptor mais rápido do que palavras, fiquei com vontade de abrir uma Pepsi, e eu nem tomo refrigerante. rsrs
Mais chata do que você com o comidas e bebidas, sou eu pra ler (Coisas do ofício rs).

Pedro Berocan 4:02 PM  

Ainda não li o post todo (vergonha), mas acho que esta variedade de PEPSI é a tentativa deles de atingir a fórmula da Coca-Cola. kkkk

Fernanda Pereira 11:13 PM  

É isso aí, concordo com o Pedrusko. Pq nada se compara a Coca cola...!!!

UhUULLL

PS: Sim, isso é um protesto!!!!

ahahahahaha

Marcela 9:17 PM  

Achei o teu blog lá no canto da Fernanda, poxa, adorei mesmo!

Essa história de refrigerante me persegue desde que eu tinha uns 13 anos, e li sobre os malefícios do refri, e parei pra pensar porque uma bebida com gosto artificial me faz mais feliz do que um delicioso suco natural? Aí tentei parar de beber refrigerante há algum tempo, e juro, me dava dor de cabeça quando eu ficava uns três dias sem beber uma latinha ou um copo de coca-cola. Daí em uma aula de química meu professor comentou sobre isso e eu falei das dores de cabeça, e como beber coca me ajudava, e ele explicou que está comprovado que ela vicia mesmo, pela cafeína e afins... Sou ma viciada em coca-cola! Mas realmente, olha o mal que o negócio faz... =/

Agora Pepsi de penino?!?!?!?!?!?! pra que uma coisa dessas? hahaha

Abraços.

drika 4:03 PM  

eu fiquei alguns anos sem tomar refrigerante. aí inventaram os lights e resolvi provar. veio a coca zero e eu simplesmente me viciei.
de verdade, não de uma forma positiva. percebi q tomava todo dia, e precisava. parei. uma semana depois, tive crise de abstinência.
sério... acho isso terrível. eu parei.
no almoço, suco de uva. da polpa. geladinho, perfeito.

Rosa 10:34 AM  

Faz uns seis anos ou mais, que não bebo refrigerante, por causa do excesso dele e de outras gororobas, meu sistema digestivo, deu sinais de desgaste.
Uma coisa que acontece, é que em alguns lugares, a Coca - Cola custa mais barato que água, como ocorre no México. O que fazer nessas situações? Todas as outras bebidas, deveriam ter custo mais baixo.

*Como a Drika seu eu tomar, um gole de Refri é capaz de eu ter crise de abstinência.