Vc tem medo de que? Vc tem fome de que?

>> domingo, junho 24, 2007


Quantas vezes na vida nos perguntamos do que nós temos medos? Vivemos lutando contra o q tememos e nem sempre somos capazes de entendê-lo, que dirá o medo alheio, por mais absurdo que possa parecer. Por exemplo, tenho uma amiga q tem medo de pombo. Ela praticamente viu um se aproximando na praia de Copacabana e quase desmaiou, fez um escandalo. Resultado: quando descobriram quase foi linxada!
Já me olhei no espelho e vi a face do medo. Não que seja feio de morrer, mas já me vi morto, em sonhos. Era uma coisa bem trash, então eu não tenho medo da minha morte porque quando eu morrer vai ser além de banal, o mais trash possível, algo como um "Premonição" da vida, onde o cara foge de um incêndio, se joga por uma vidraça, despenca 3 andares, cai em cima de um carro, desce do teto e toma uma descarga elétrica por eletricidade estática, passa debaixo duma escada, escorrega num prato de macarrão e a mesma escada o degola, não necessariamente nessa ordem.
É como a diferença entre terror e horror. Apesar dessas palavras serem constantemente usadas (assim como a mídia resuscitou a "bárbarie") são emoções diferentes. Só alguém que lia Edgar Alan Poe e H.P. Lovecraft na adolescencia pode entender isso melhor. ;-)
Terror é a idéia de que algo está errado e vai piorar. A maioria dos terrores ocorre dentro do limite do que um observador pode aceitar, apesar do que no terror ainda há um limite de segurança plausível, como um passeio de montanha-russa;
Horror é a repulsa quase fisica, além da psicológica, de que os limites seguros foram quebrados. A violação do limite é a chave do horror. Se o terror é uma volta na montanha russa, o horror é quando um carro sai da estrada para um desfiladeiro...
Não vou ficar ramificando o medo como um livro de Psicoterapia ou abordando as formas de "Transformar seu medo em seu sucesso". Não tenho vocação para Psicólogo, nem para Lair Ribeiro. Até porque para alivio do medo é só fazer parte do grupo do Gardenal e Diazepan. O importante não é o que vc teme.

É como vc lida com ele...

Vc pode se culpar, se lamentar, se angustiar, passar o resto da sua vida com um peso na consciencia, perder o sono, a coragem, a sanidade, mas o medo vai continuar existindo. Claro, óbvio e evidente, que quando algo que assombra sua mente surge numa terça feira às 4 da tarde e te acerta na jugular, é uma facada que transpassa a sua capacidade de raciocinar. A mentalidade que vc tem hoje, ou a maneira que sua personalidade subjulga esses
sentidos é que vão mostrar se vc sobrevive ou não. Derepente o medo que eu tenho pode ser ínfimo para vc e vice-cersa. Cada um com seu cada um, cada qual com seu cada qual. Não tomamos decisões em nossa vida e somos responsáveis por elas e suas consequências? Superar o medo é algo seu, meu e de mais ninguém. Assim como compartilhamos outros sentimentos, o medo pode e deve ser compartilhado, para encontrar a melhor maneira de encará-lo. Várias mãos amigas, cabeças ensandecidas e preocupadas pensam melhor do que uma com muito
medo. Não tenha medo de de arrepender. Aliás não se arrependa nunca do que faz, só do que deixa de fazer. O pior de todos os medos, na minha opinião, que se transformam em terror e consequentemente em horrores, é quando vc encara um medo contando com uma pessoa, e de todas as mãos e braços que ela pode te dar para ajudar, vc recebe a pior parte de seu corpo:
as costas...

É ótimo ter convicção de que não importa o quão temeroso seja o caminho, sempre vai ter alguém do seu lado para não deixar vc cair!

Já contabilizei incontáveis lágrimas de medo, a maioria sozinho. Hoje só conto histórias, sorrisos e passos. E milagres, claro. Medo do sobrenatural é a ultima coisa que preciso me preocupar! ;-)

Miedo - Lenine



Tienen miedo del amor y no saber amar
Tienem miedo de la sombra y miedo de la luz
Tienem miedo de pedir y miedo de callar
Miedo que da miedo del miedo que da

Tienem miedo de subir y miedo de bajar
Tienem miedo de la noche y miedo del azul
Tienem miedo de escupir y miedo de aguantar
Miedo que da miedo del miedo que da

El miedo es una sombra que el temor no esquiva
El miedo es una trampa que atrapó al amor
El miedo es la palanca que apagó la vida
El miedo es una grieta que agrandó el dolor

Tenho medo de gente e de solidão
Tenho medo da vida e medo de morrer
Tenho medo de ficar e medo de escapulir
Medo que dá medo do medo que dá

Tenho medo de ascender e medo de apagar
Tenho medo de esperar e medo de partir
Tenho medo de correr e medo de cair
Medo que dá medo do medo que dá

O medo é uma linha que separa o mundo
O medo é uma casa aonde ninguém vai
O medo é como un laço que se aperta em nós
O medo é uma força que não me deixa andar

Tienem miedo de reir y miedo de llorar
Tienem miedo de encontrarse y miedo de no ser
Tienem miedo de decir y miedo de escuchar
Miedo que da miedo del miedo que da

Tenho medo de parar e medo de avançar
Tenho medo de amarrar e medo de quebrar
Tenho medo de exigir e medo de deixar
Medo que dá medo do medo que dá

O medo é uma sombra que o temor não desvia
O medo é uma armadilha que pegou o amor
O medo é uma chave, que apagou a vida
O medo é uma brecha que fez crescer a dor

El miedo es una raya que separa el mundo
El miedo es una casa donde nadie va
El miedo es como un lazo que se apierta en nudo
El miedo es una fuerza que me impide andar

Medo de olhar no fundo
Medo de dobrar a esquina
Medo de ficar no escuro
De passar em branco, de cruzar a linha
Medo de se achar sozinho
De perder a rédea, a pose e o prumo
Medo de pedir arrego, medo de vagar sem rumo

Medo estampado na cara ou escondido no porão
O medo circulando nas veias
Ou em rota de colisão
O medo é do Deus ou do demo
É ordem ou é confusão
O medo é medonho, o medo domina
O medo é a medida da indecisão

Medo de fechar a cara, medo de encarar
Medo de calar a boca, medo de escutar
Medo de passar a perna, medo de cair
Medo de fazer de conta, medo de dormir
Medo de se arrepender, medo de deixar por fazer
Medo de se amargurar pelo que não se fez
Medo de perder a vez

Medo de fugir da raia na hora H
Medo de morrer na praia depois de beber o mar
Medo... que dá medo do medo que dá
Miedo... que da miedo del miedo que da

1 comentários:

Palikir 10:43 AM  

Pô, eu tb estava doida p/ ir no Blu man show, mas não consegui nada de graça...acho que ninguém gosta!!! Tô querendo entrar no Guiness, arruma um show bom e me chama!!! Mas eu não vou pagar nada...tem que ser 0800!!!